Exercícios de Ciências

Sucessão Ecológica


Assista essa vídeo aula sobre Sucessão Ecológica


Sucessão Ecológica



  • Mudança gradual da estrutura e composição da comunidade num ecossistema. 
  • Processo em que comunidades simples vão sendo substituídas por outras mais complexas.
  • Processo de substituição de umas populações por outras, numa mesma área, até se atingir uma comunidade em equilíbrio com o meio.


Sucessão Ecológica Primária e Secundária

Sucessão Ecológica 

Processo em que comunidades se substituem numa sequência ordenada e gradual até atingir uma situação de equilíbrio com o ambiente.

Três fases: 

  • - Comunidade pioneira ou ecese; 
  • - Comunidades secundárias/intermédias ou séries;
  • - Comunidade clímax.


Sucessão ecológica primária:


Sucessão Ecológica Primária e Secundária


  • A chuva e o vento desintegram a rocha 
  • Espécies pioneiras como líquenes, instalam-se e modificam a rocha, iniciando a formação do solo
  • Outras plantas começam a instalar-se e a espessura do solo aumenta 
  • Gramíneas e arbustos conseguem instalar-se. 
  • Está estabelecida uma comunidade climax em equilíbrio com o meio. 


Sucessão Ecológica Primária e Secundária

Aumento da biodiversidade
Aumento da complexidade das teias alimentares

Sucessão Ecológica Primária e Secundária

A sucessão primária ocorre de uma forma lenta e gradual

Comunidade pioneira


  • Espécies capazes de iniciar uma sucessão ecológica.
  • Espécies de pequeno porte e de desenvolvimento rápido. 
  • Espécies simples mas resistentes . 
  • Criam as condições para o aparecimento e instalação das comunidades seguintes. 

Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Líquenes


Comunidade Clímax 


  • Formada por populações que não se alteram, nem alteram o meio.
  • Populações em equilíbrio dinâmico com o meio. 
  • Com elevado número de espécies e de nichos ecológicos.
  • Últimas espécies a instalar-se. 
  • Para cada tipo de ambiente físico, existe um tipo de comunidade clímax possível. 

Sucessão Ecológica Primária e Secundária

Sucessão num deserto/dunas…
Gramineas ( Ammophila arenaria )
Pinheiros ( Pinus pinaster )

Sucessão Ecológica Primária e Secundária

Sucessão numa ilha vulcânica…
Líquenes
Fetos
Arbustos
Floresta


Sucessão ecológica primária:
Inicia-se numa área na qual anteriormente não existiam seres vivos
Rochas nuas
dunas
ilhas vulcânicas
lagos recém-formados

Sucessão ecológica secundária:
Inicia-se numa área na qual anteriormente existiam seres vivos 
zonas ardidas campos abandonados zonas alagadas

Sucessão ecológica secundária:

Causas da destruição dos ecossistemas:

Sucessão Ecológica Primária e Secundária

Incêndios
Abate de árvores


A sucessão secundária desenvolve-se mais rapidamente do que a primária uma vez que, permanecem no solo alguns organismos e sementes que tornam o substrato mais favorável a uma nova colonização.

Sucessão num campo abandonado pela agricultura:

Sucessão Ecológica Primária e Secundária

Sucessão numa zona ardida…

Sucessão Ecológica Primária e Secundária

 Urze ( Erica sp. )
Esteva ( Cistus sp .)
Carvalhos ( Quercus sp .)

Slides da Aula de Sucessão Ecológica:


Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária
Sucessão Ecológica Primária e Secundária