Exercícios de ciências
A TERRA NO ESPAÇO


Sistema Solar

A Terra no Espaço 


  1. O Universo e a Terra 
  2. A Terra e o Sistema Solar 
  3. Sistema Solar – planetas principais 
SISTEMA SOLAR

1- O Universo e a Terra 

Existem várias teorias para a formação do Universo. A mais conhecida é a teoria do Big Bang.
Cosmologia é a ciência que se ocupa do estudo da origem, evolução e estrutura do Universo.

O Universo

O Universo é constituído por milhares de milhões de astros (estrelas, planetas, cometas, asteróides e meteoritos, entre outros), que circulam no espaço, seguindo trajetórias que os astrônomos determinam e até já prevêem.

Na realidade, milhares de milhões de estrelas, separadas umas das outras por milhões de anos-luz, formam, conjuntamente com gases e poeiras interestelares, as galáxias.

UNIVERSO

As Estrelas

As estrelas são astros aparentemente fixos, que possuem luz própria e cintilante.

São corpos luminosos que se formam a partir de aglomerados de nuvens de gás que posteriormente se contraem e aquecem, mas cuja estrutura interna é ordenada.
Estes astros geram e emitem grandes quantidades de energia (como é o caso do Sol).


Planetas 

São massas de poeiras rochosas que nãoapresentam luz própria. Giram directamente à volta do Sol ou em volta de outra planeta.


Cometas

São astros de dimensões variáveis que se deslocam com velocidades superiores às dos planetas, seguindo trajectórias excêntricas.


Asteróides

São corpos celestes sólidos de pequenas dimensões relativamente às dos planetas, que gravitam na sua maioria entre Marte e Júpiter.

Cintura interna de asteróides

Constituídas por corpos rochosos que orbitam o Sol, entre Marte e Júpiter, pequenos demais para serem considerados planetas. A sua dimensão varia desde Ceres, que tem um diâmetro de cerca de 1000 km, até pequenas rochas.

Cintura externa de asteróides


Meteoritos

São corpos celestes sólidos de matéria interplanetar, com dimensões variáveis, que colidem com outros astros. Provêem geralmente da cintura de asteróides.

METEORITO

Consideram-se meteoróides os fragmentos de rochas provenientes do espaço antes de entrarem na atmosfera terrestre.
A grande maioria dos meteoritos apresenta dimensões tão pequenas que, por efeito do atrito com a atmosfera, ardem completamente, deixando apenas um rasto luminoso. São, por isso, conhecidos por “estrelas cadentes”.

Cratera de impacte dum asteróide em Arizona, EUA.
Comparação do diâmetro da cratera de Barringer com o perfil da ponte 25 de Abril.

Galáxia 

As Galáxias são vastos conjuntos de estrelas, gases e poeiras, isolados uns dos outros.

A nossa galáxia

A nossa galáxia é denominada Via Láctea ou Estrela de Santiago, designação que representa, segundo as crenças populares, a estrada por onde «as almas se dirigiam ao céu».

A Via Láctea 

A Via Láctea tem de diâmetro 100 000 anos-luz, a sua espessura máxima é de 12 mil anos-luz e contém cerca de duzentos mil milhões de estrelas.
Uma dessas estrelas é o Sol. Este, comtodos os planetas que giram em seu redor, formam o Sistema Solar, que está localizado num dos braços da Via Láctea, denominada Orion.

2- A Terra e o Sistema Solar

O Sistema Solar 

É o conjunto formado por uma pequena estrela, o Sol, à volta da qual giram permanentemente oito planetas e outros corpos celestes, tais como satélites, cometas, asteróides e matéria interplanetária.

Para além do Sol e da sua família formada por oito planetas principais, o Sistema Solar é constituído por planetas secundários (também denominados satélites), cometas e um grande número de asteróides.

SISTEMA SOLAR

Planetas Telúricos e Longínquos 

Planetas terrestres ou telúricos:

Planetas mais próximos do Sol
São os mais pequenos
De origem rochosa
Mercúrio, Vénus, Terra e Marte

Planetas longínquos ou gigantes: 

Planetas mais afastados do Sol
São os de maiores dimensões
Júpiter, Saturno, Úrano, Neptuno

3- Sistema Solar 

Sol, Lua e Planetas Principais

O Sol 

O Sol é uma estrela que representa cerca de 98,9% da massa total do Sistema Solar.
Tal como todas as outras estrelas, o Sol é uma grande bola de gás (hidrogénio) e poeira incandescente, com temperaturas da ordem dos 14 milhões de graus Celsius.

SOL

Viajando a uma velocidade orbital aproximada de 29,79 km/s, a Terra completa a sua órbita elíptica em torno do Sol em 365,256 dias, em conjunto com os outros oito planetas do Sistema Solar.
Até ser aceite esta teoria, passaram vários séculos e muitas contradições. Comprovada a existência do Sistema Solar, a Terra deixou de ser o centro do Universo (geocentrismo) e passou a ser apenas mais um astro a orbitar em torno da estrela central desse Sistema, o Sol (heliocentrismo).

Mercúrio 

É o mais pequeno e o mais próximo do Sol.
É um planeta constituído essencialmente por elementos pesados (ferro e níquel) e não possui atmosfera.

Vénus 

É o planeta mais quente, com uma actividade vulcânica violenta. Tal como Mercúrio e a Terra, tem muito ferro na sua constituição. O dióxido de carbono e alguns outros gases constituem a sua atmosfera.

Terra 

Conhecida por Planeta Azul, a Terra é constituída internamente por materiais densos (ferro e níquel) e possui uma atmosfera rica em oxigénio (20%), azoto (70%), vapor de água e outros gases, que filtra os raios solares e permite a vida.

À medida que avança na sua órbita, a Terra está também a girar sobre uma linha imaginária que atravessa desde o pólo norte até ao pólo sul, chamada eixo.

PLANETA TERRA

• Cada rotação completa demora 24 horas.
•As estações do ano (Primavera, Verão, Outono e Inverno) resultam da órbita da Terra, bem como da sua rotação.

Durante o período de translação, que demora 365,256 dias, a Terra atinge o seu afélio aos 152 milhões de quilómetros do Sol, enquanto que o seu periélio é atingido a uma distância de 147 milhões de quilómetros do Sol.

A Lua – o satélite terrestre 

A Lua é o satélite natural da Terra. É responsável pelas marés e outros fenómenos.
A sua superfície apresenta numerosas crateras de impacto, resultantes do choque de meteoritos e outras regiões planas e de aspecto escuro a que se dá o nome de mares.

A ida do Homem à Lua foi um dos grandes feitos da civilização humana.

Armstrong na descida para a superfície lunar em 21 de Julho de 1969.  A chegada do homem à Lua foi acompanhada em direto por milhares de pessoas.

“Um pequeno passo para o Homem, mas um grande passo para a Humanidade.”


HOMEM NA LUA

Marte 

É o planeta mais parecido com o nosso. As características vulcânicas assemelham-se às do nosso planeta, sendo nele que se localiza o Olimpus Mons, o maior dos vulcões do sistema Solar.

Júpiter 

É um gigantesco balão de gases, com predominância de hélio e de hidrogénio.
É o maior planeta do Sistema Solar (cerca de 11 vezes maior que a Terra).

Saturno 

Gasoso, formado quase exclusivamente por hidrogénio e hélio, Saturno é o planeta menos denso.

Úrano 

Úrano é mais pequeno que Júpiter e Saturno, mas 4 vezes maior que a Terra, é o único que gira “deitado”.

Netuno 

Depois da Terra, é o planeta mais azul do Sistema Solar. Está coberto por um enorme oceano de gases. É conhecido como o “Gémeo de Úrano”.

PLANETAS

Características Geral dos Planetas 

(tabela - imagem)

Meios tecnológicos que permitem o estudo do Universo

Luneta astronômica 

Depois surgiram os telescópios, os primeiros eram bastante simples...

Luneta astronômica de Galileu 

Foi o primeiro instrumento utilizado para ver os astros, surgiu nos finais do séc. XVII.

Telescópios

Mais perfeitos e rigorosos, os grandes telescópios são colocados no topo das montanhas para que seja mais fácil a observação dos corpos celestes mais distantes e menos luminosos.

TELESCÓPIO

Telescópio Hubble

Está em órbita desde 1990 e tem contribuído para o desenvolvimento da astronomia

Radiotelescópios

Estes aparelhos têm a capacidade de detectar e ampliar as ondas de rádio oriundas do Universo.

Satélites Artificiais

O Sputnik foi o primeiro satélite colocado em órbita, em 4 de Outubro de 1957, pelos soviéticos

O satélite Telstar foi o pioneiro das transmissões televisivas em directo entre os Estados Unidos e a Europa.

SATÉLITES

Outros Satélites 

Satélite SSM
Satélite IRAS

Sondas e vaivéns espaciais 

ISS e Mir

Sondas 

Sonda Odisseia
Sonda Galileu
Sonda Magalhães - USA

Naves Espaciais

Nave Espacial Vostok 1 - 1957
Nave Mariner X

Em 1981 a NASA envia para o espaço o Space Shuttle.
A Space Shuttle foi o primeiro vaivém espacial com uma forma aerodinâmica que lhe permitiu levantar voo e aterrar como um avião.

Em 1986 dá- se a chegada da primeira sonda a Urano, a Voyager 2.

FOGUETE

Outros meios:veículos/ robots 

Outros meios como o veículo lunar e o robot Sojourner, constituem outras valias neste processo de descoberta.
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO
A TERRA NO ESPAÇO